terça-feira, 6 de março de 2007

Mistérios do Vale


   Um dos grandes prazeres que cultivo é o de ouvir e contar histórias. De minhas lembranças da infância, a marca mais forte é a da presença de meu pai nos contando "causos", lembro-me da maioria e os conto para meu filho em momentos em que estamos sentados, numa varanda, numa rede, numa sala de apartamento, não importa, o momento é mágico. Os olhos infantis e adultos esperando o desfecho de uma história de assombração, um mistério que geralmente não é desvendado ou, simplesmente, aquela história para dar uma “liçãozinha de moral”, o gostoso é a história em si, é o aconchego entre nós e os nossos, é o precioso momento que o dia-a-dia e nossas infindadas tarefas não nos permitem acontecer.
   Há, aproximadamente, quatro anos, comecei a pesquisar sobre o Vale do Paraíba, em seguida, lecionei em cursos de Turismo em São José dos Campos, trabalhando com “História local”. A princípio, as pesquisas eram voltadas apenas para os aspectos históricos de nossa região, mas  as constantes viagens para nossas cidades, as entrevistas com moradores, as fotografias, as indicações de leituras acabaram revelando também esse lado cultural, cada cidade com seus mistérios, suas explicações para o sobrenatural. Apaixonei-me pelas conversas ao pé do ouvido, os bancos de praças, a generosidade de um povo que teima e faz muito bem em conservar o nosso interior. O resultado desse namoro com o Vale do Paraíba, estou dividindo com você. Tenho certeza que irá se apaixonar por tanta riqueza de vida, de emoções, sentimentos mesclados com sentido de justiça, de religião, de política, de moral social. Parece muito? Podemos encontrar todos esses aspectos da vida humana nos causos, lendas, mitos que os homens tão ricamente criam. Faça a experiência da leitura.

Sônia Gabriel


Capa do livro Mistérios do Vale - 2006   



Um comentário:

Fabiana disse...

Bom dia Sônia!
Muito legal seu blog.
Abraços