domingo, 30 de outubro de 2011

Uma noite para celebrar...

                                             
                                             
Uma noite linda. Foi a primeira vez que participei do Encontro Regional de Autores. Fiquei muito feliz quando recebi a notícia de que Maria Angélica, responsável pela criação e realização do encontro, tinha selecionado o livro Mistérios do Vale para a edição deste ano.
Mas, não imaginei o quão significativo seria esse encontro.
O evento já está na 17ª edição. Os autores veteranos, para lá se dirigem todos os anos, tendo obras para a exposição ou não. São autores do Litoral ou que publicaram obras relativas à região.
As pessoas confraternizam, acima de tudo.
Foram muitas as lições de vida desta noite tão iluminada, a começar pela garra de Maria Angélica.


O encontro aconteceu na sede da Secretaria de Turismo e Cultura de São Sebastião.


Maria Angélica nos fez uma retrospectiva de todos os encontros, tivemos a oportunidade de conhecer e aprender um pouco mais sobre autores da região litorânea, muitas obras que eu desconhecia.


O ambiente agradável e generoso para com os convidados. 


Gente que gosta de livros e de gente!


A noite nos trouxe muitas surpresas!


Maria Angélica acolhendo a todos.


Ritual de abertura da exposição: uma delicadeza. Todos puderam apreciar as obras selecionadas para este ano e saber sobre o arquivo que vem sendo organizado ao longo dos encontros, favorecendo o trabalho de pesquisadores e apreciadores da história, cultura e literatura do Litoral.


Após a abertura, os autores foram chamados para conversar com os convidados, apresentar suas obras.  Vejam só, ainda fomos presenteados com um livro sobre São Sebastião (em breve informações).










Mais do que autores, pudemos ouvir pessoas. Exemplos de vida, de aprendizagem, de amor pelos livros, pelas pessoas, pelo meio ambiente. Crescemos todos, fizemos novos amigos, voltamos mais sábios e mais felizes para nossas histórias.



Agradeço a generosidade, a acolhida, o reconhecimento por este singelo trabalho. Desejo muitas e muitas edições. Que a animação de Maria Angélica sempre se preserve!
Paz e bem!
Sônia Gabriel


terça-feira, 25 de outubro de 2011

Consideração...



Abro o jornal, notícias sobre violência; vou até a padaria e ouço conversa sobre violência. Volto, tomo meu café e ligo a televisão, de novo, violência.
Teço em rascunho minhas considerações, mas enquanto não tomam forma, respondo para tanta agressividade com estas duas imagens.

(Fotos: Pércila)
 Estávamos, Pércila, Luciana Mello e eu, tecendo ideias no EC Vicentina Aranha e nos deleitamos com a primavera se abrindo, assim lindamente, diante de nossos olhos.

Sônia Gabriel

Coluna Crônica Jornal de Caçapava: Consciência Cultural.



                                                                                                           
(Jornal de Caçapava, 21 de outubro de 2011.)

A minha consciência cultural não é a de uma especialista em Manifestações Culturais Populares. Sou pesquisadora. É uma relação passional, por isso não posso contribuir para discussões profundamente teóricas, mas tenho minhas angústias na questão.
Minha contribuição é o próprio viver. É como a doceira que, não conhecendo todo o contexto histórico e antropológico da trajetória da culinária caipira, mesmo assim, a perpetua no dia-a-dia, com seus tachos e gamelas, compoteiras, açucares e lembranças de sua mãe, suas tias, suas avós e companheiras de alquimia.
Diante da diversidade das Manifestações Culturais Populares, sou distante da oralidade tradicional, apenas plateia, espectadora que absorveu elementos dessa linguagem com seus pais, já mais urbanos que rurais, mas me cala fundo devido memórias que compartilho da memória coletiva.
As discussões em torno do que é Cultura Popular me acabrunham por protagonizar um discurso evidente de valor elitizado, deixando intenso o distanciamento das classes, numa clara lição de casa, bem feita, no que concerne à estratificação social de nossas antigas aulas de OSPB.
A tradição oral é tão antiga quanto o homem que necessita dela. Ao longo do processo de civilização, ela vem significando um grito dos historicamente excluídos do acesso à educação formal organizada pelas elites. Há nas histórias, lendas, causos, orações, cantigas e demais tradições populares, elementos da construção histórica da humanidade; rudimentos esses entrelaçados com o imaginário coletivo que enraizaram-se na identidade popular e que ainda possibilita muito estudo.
É imprescindível que membros dos grupos que vivenciam essas tradições façam parte efetiva dos debates e reflexões, e não apenas decorem, não apenas sejam entretenimento entre uma palestra e outra. A educação é a ferramenta que precisa preparar o cidadão para que ele elabore sua prática reflexiva dentro das ponderações políticas acerca de sua cultura.
As pessoas são o maior patrimônio do Brasil. Gente é matéria-prima! Todo o restante é acréscimo. Nenhum bem pode ser mais importante que gente. E gente sente, ora, cozinha, dança, tece, costura, modela, festeja, esculpi, conta, canta, forja... Não apenas o que é construído por nós pode ser considerado. Não é possível apreciar e valorizar o que é feito e não considerar quem fez.
Que seja a Cultura Popular um caminho para a sobrevivência, um modo de vida, inclusive de quem a vivencia. Há muito que ser feito, a estrada é estreita, íngreme, mas pode e deve ser possível.
Quem somos nós? Somos gente. Pergunte ao povo, ele sabe quem é. Talvez não seja a resposta nos conceitos que os intelectuais queiram ouvir, mas o povo sabe quem é. Têm o ponto de partida deste entendimento. Respondem com práticas cotidianas muito claras. Fulano é filho de sicrano com sicrana, mora perto do Antônio da Jacinta...


Sônia Gabriel

Caderno de Educação - Jornal O Vale



Colegas professores, no caderno Educação do Jornal O Vale (deste mês), saiu uma matéria sobre aulas em parcerias com outras matérias e sugestões de atividades. Foram citados alguns trabalhos meus e da professora Karine Burguetti, quem tiver vontade de conferir, acesse:

Paz e bem!
Sônia Gabriel

domingo, 23 de outubro de 2011

Coluna Crônica Jornal de Caçapava: Observadores.


                                             
(Jornal de Caçapava, 14 de outubro de 2011.)



O olhar de quem observa é peculiar. Nada tem de similar a qualquer outro olhar. Ele não se esquiva para o vazio, não se consome na imensidão de imagens, não centraliza na razão, nem nas impressões aparentes.
O olhar do observador é curioso, porém com extremada gentileza. Não fere, não invade e não agride. É um olhar perene, de inclinação disfarçadamente tênue. Conscientemente passional, todavia não partidário. É uma paixão silenciosa, cúmplice de sentimento crente.
Quem observa, o faz por amor e cautela. Não se apressa nas impressões. Olha mais uma vez para ter certeza do que pensa estar vendo. Ajuíza o que viu para não se apressar nas certezas.
Quem observa, lê o que vê, analisa, interpreta, busca nos olhares alheias referências, dados para comparação e se alimenta de argumentos. Investiga os dicionários expressos na multidão de rostos, nos quais os distraídos esbarraram cotidianamente.
É fácil identificar o observador: ele silencia, enquanto todos gritam; ele está presente, enquanto há os que impõem sua presença; ele, diante do que realmente importa, serenamente, expressa, em segredo e leve ajeitar da face, saber o peso do que o absorve, a grandeza ou pequenez do que ocorre diante de seus olhos.
Conheço alguns dessa rara espécie de homo sapiens, tento aprender com eles o ofício de enxergar. Lição primordial que tem me possibilitado almejar ser melhor.

Sônia Gabriel


sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Escambo 52


Amigos, nosso Escambo, desta vez, é dedicado aos professores.

Espero que entendam!
Neste mês, em que se comemora nossa profissão, o professor e poeta joseense José Moraes Barbosa lançou, ontem, mais um livro. Trouxe um exemplar para mim e este para nosso Escambo. 
Foi uma noite muito agradável, com explosões (ao estilo do poeta) de talentos.
Qual colega professor vai levar? Para o primeiro recado, como sempre...
Paz e bem!
Sônia Gabriel

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Coluna Crônica Jornal de Caçapava: Ma(e)ternidade.


                                           
(Jornal de Caçapava, 07 de outubro de 2011.)


Ela nasceu pequenina, tão miúda que seu pai a segurava apenas na palma da mão. Nasceu muito antes do tempo certo, numa Sexta-feira Santa. Pesou um quilo, oitocentos e setenta e cinco gramas. Suas pernas eram tão finas que pareciam os bracinhos das outras crianças dispostas no berçário. Não tinha sobrancelhas e nem cílios, faltara tempo para se formarem. Ela sumia entre suas roupinhas, parecia infinitamente frágil. Nasceu gritando, foi arrancada de um útero inóspito que a sufocava. A primeira vez que a vi, pensei que tinha herdado minha cor, mas não. Estava escura porque o ar lhe faltava.O cordão umbilical a sufocava e a volta que ele deu em torno da pequenina era arrematado por um nó. Minha filha nasceu porque não poderia ser diferente. Tudo conspirou contra.
Há dois anos, nós duas nos encontramos pela primeira vez. A pequenina teve seu tempo para tudo. Demorou a pegar peso, a crescer, a andar. Curiosamente, aprendeu a falar muito cedo. Nada de repetir palavras, se expressa com muita desenvoltura, pensa para falar, canta com emotividade, gosta de dançar, abraçar e beijar as pessoas. É alegre e simpática. Seu rostinho tem profunda vivacidade.
Está sempre perto de mim, me chama o tempo todo, bagunça meus livros, me intima a cantar e contar histórias e joga brinquedos por todos os cantos da casa. É notório que ama o irmão mais do que a nós, seus pais. Carinhosa, gosta de colo, de chamego e de dormir entre nós, em nossa cama. Uma guerra doméstica deliciosa.
Adora conversar ao telefone e quando vê o computador ligado, corre e começa a teclar, briga para não sair, afirmando que está “esquevendo”. Abre os livros e simula ler, nos observa de venesgueio para saber se estamos olhando. Chama as vizinhas ao portão para conversar, é o chamego de minhas amigas.
Quando o pai chega do trabalho, recebe-o com afagos, assim como ao irmão, quando chega da escola. Gosta de ajudar a levar o café do pai.
Às vezes, quando estou trabalhando, as ideias fluindo, ela me exige. Penso em todas essas coisas, largo o que estou fazendo e me rendo aos seus abraços. Não pode ser diferente, pois o diagnóstico era que nem nasceria e se nascesse, não teria saúde. A tudo contrariou.
Enquanto rabiscava estas linhas no caderno de rascunho, ela estava em meu colo, guerreando para tomar a caneta. Cansou e se aconchegou entre meu peito e o caderno. Fui lendo alto o que escrevia, ela escutando, foi se aquietando, sentiu-se ninada com a própria história. Ela dormiu, eu terminei. Ambas em paz, depois de tanta luta e esperança.

Sônia Gabriel

terça-feira, 11 de outubro de 2011

XVII Encontro Regional de Autores - Litoral.


Prezada Maria Angélica, fiquei muito emocionada com seu contato, com meu trabalho selecionado ao  lado de nomes tão ricos. Agradeço a gentileza e divulgo o convite. Até breve.
Paz e bem!
Sônia Gabriel



"Segue o convite para o XVII Encontro Regional de Autores, que será dia 29 de outubro às 18h, no prédio da SECTUR, em São Sebastião.
Para seu conhecimento, envio também a relação dos livros deste ano.
Até lá!
Maria Angélica"





UBATUBA 

1.     LAVOURA CAIÇARA
Carlos Borges Schmidt
Documentário sobre a vida rural                           
Ministério da Agricultura
1958

2.     JOATÃO E A ILHA
José Fonseca Fernandes
Livraria José Olympio Editora                              
Rio de Janeiro/RJ         
1966

3.     CAIÇARA A fartura de um povo na salmoura
Flávia S. Navarro e outros                                     
Páginas & Letras Editora e Gráfica São Paulo/SP
2007

4.     ANTOLOGIA Poesia – Conto – Teatro
Vários Autores                                                        
FUNDART Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba
Gráfica e Editora São Benedito/Pindamonhangaba/SP
2008

5.     Com quantas memórias se faz uma canoa
Márcia Regina Denadai e outros
Prol Editora Gráfica – São Paulo/SP                          
2009

6.     ANTOLOGIA Poesia – Conto – Teatro
Vários Autores                                                          
FUNDART Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba
Gráfica e Editora São Benedito/Pindamonhangaba/SP
2009
   
7.      Percepção ambiental
As transformações do cotidiano de caiçaras de Ubatuba/SP
Joice Fernandes / Cyro de Barros R. Filho                       
     Editora CRV – Curitiba/PN                              
     2010

8.     ANTOLOGIA Poesia – Conto – Teatro
Vários Autores                                                       
FUNDART Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba
Gráfica e Editora São Benedito/Pindamonhangaba/SP
2010

9.     O Poderoso Guerreiro
Risola Pereira de Oliveira
Editora Baraúna – São Paulo/SP                            
2010

            10. Eu tenho o meu sonho
                 Causos do Seu Zé Pedro – Ubatuba/SP
                  Moacyr Pinto                                                                  
                 CB Gráfica – São José dos Campos/SP
                 moacyrpintos@ig.com.br
                 2010

          11. INFINITIVOS - Onde tudo é Possível
                Edgar Izarelli de Oliveira
                All/Print Editora – São Paulo/SP                                      
                eliseudacosta@hotmail.com
                2010 
  

C A R A G U A T A T U BA

 1.  LENDÁRIAS – O Mensageiro e a Prometida
 Senile Ernani
 Alphagraphics – Caraguatatuba/SP                                
 2010

2.  Poesia da Arte
 Vários Autores
 Projeto: Profª Juliana Francis                                         
 FUNDACC – Fundação Educacional e Cultural
 Caraguatatuba/SP
 2010
 
3.  Cordelzinho Cirandeiro
 Maurício Poeta Netto                                                     
 Gráfica São Leopoldo – Curitiba/PR
 Tel. 3887-9684
 2011

4.  Mistérios do Vale – Histórias que o povo conta...
 Sônia Maria da Silva Gabriel                                         
 JAC Editora – São José dos Campos/SP
 2011 


 S Ã O  S E B A S T I Ã O

1.   DICIONÁRIO DE IDÉIAS AFINS
              Hermínio Sargentim                                                   
              IBEP Instituto Brasileiro de Edições Pedagógica
              sargentim@uol.com.br São Paulo/SP
  
2.   DEPRESSÃO: A CURA PELA PALAVRA
              Pe. Sérgio Lúcio Alho da Costa
              Gráfica Poloni – Caraguatatuba/SP                               
              Igreja Matriz de São Sebastião/Tel. 3892-1110
              2001

3.   Serpentes Ilhoas em Alcatrazes e Queimada Grande
Luiz Felipe H. Aranha Moura
Otávio Azevedo Mercadante                                        
              Ipis/Produção Gráfica Magma Editora Cultural
              São Paulo/SP
              2005

4.  O Passaporte...para a Vida
             Der Ahnenpass
             Walter Paool                                                                  
             Asseart Editora e Gráfica Ltda/S.José dos Campos/SP
             2006

5.  MARCAS DO SISTEMA
             Aroldo da Hora
             Grupo Editorial Scortecci - São Paulo/SP                                
             aroldohoje@hotmail.com
             2009

6.  JOSÉ RENATO
             Energia Eterna
             Hersch Basbaum                                                             
             Imprensa Oficial do Estado- São Paulo /SP
             livros@imprensaoficial.com.br
             2009
  
7.   20 anos de história de Luiz Carlos Soares em São Sebastião.
              Daniela Carvalho Outi                                                  
              São Sebastião/SP
              2009 

8.  “SEU” RUBENS – Histórias do Binho da Barra Funda e do  Rubão de Maresias.
              José Rubens de Cenço/ 3865-7395
              Gráfica Bandeirantes/Primavera Editorial                      
              São Paulo/SP
              2010

9.   Barra do Sahy – 30 anos de história de uma aldeia
              Gianpaola Whitaker Guidotti
              Ipsis Gráfica e Editora                                                 
              gianwg@hotmail.com São Paulo/SP
              2010

10.  Psicologia e Povos Indígenas
Conselho Regional de Psicologia da 6ª Região
Vários Autores – Ubirajara Nascimento                              
Estúdio 196 Design e Comunicação
2010

11.  Educação ambiental marinha e costeira no Brasil
Vários Autores/Valéria Flora Hadel                               
EdUERJ-Editora da Universidade do Rio de Janeiro
2010

12.  Eu, Cão-Autobiografia póstuma de um cão chamado Zig
Césare Perrotti
All Print Editora – São Paulo/SP                                   
2010

13.  PREVENÇÃO AO TRÁFICO DE PESSOAS COM JOVENS E        
ADOLESCENTES     
Série Boas Práticas
Ministério da Justiça                                                                                      
UNODC – Esc. das Nações Unidas sobre Drogas e Crime
Priscila Siqueira
 2011

14.  MEMÓRIA DO COMANDANTE
Navegue em Segurança
Delegacia da Capitania dos Portos                                  
Del. Márcio de Vasconcellos Rocha
Nova Página Indústria Gráfica
2011

15.  Lendas no Cotidiano Humano do
BICHO DE SETE CABEÇAS
A vida pode ser mais simples do que se imagina
Aidecivaldo Fernandes de Jesus                                      
Scortecci Editora – São Paulo/SP
2011


              I L H A B E L A
  
1.  A MARCHA DO CAFÉ E AS FRENTES PIONEIRAS
                Ary França                                                                    
                Conselho Nacional de Geografia
                1960

2.  Tesouros do BRASIL
                 Bruna Maia Duarte
                 E.M. José Antônio Verzegnassi                                      
                 Patrocínio FIAT
                 www.tesourosdobrasil.com.br
                  2005/ 2006

3.  A SOMBRA DO ABRICOEIRO
    Giuseppe Bezzi                                                             
                 Tipografia Priori – São Paulo/SP
                 bezzigiu@ig.com.br
                 2007

4.  O Tesouro de Ilhabela
                 Isabel Vieira/Fabiana Fernandes
                 Editora Salesiana – São Paulo/SP                                           
                 vendaslivros@editorasalesiana.com.br
                 2007
                  
5.  ANTOLOGIA POETICA
                III Concurso de Poesias
                Biblioteca Municipal de Ilhabela                 
                Org. Rosa Maria Alves de Oliveira                                 
                ilhabela.cultura@iconet.com.br
                2007

6.  ILHABELA DA PRINCESA
                Thomas Kremer/Cláudio Blac
                Ipsis Gráfica e Editora – São Paulo/SP                                     
                thomas@thomaskremer.com
                2008

7.  A ILHA UM REFÚGIO DO CAIÇARA NO ATLÂNTICO
                Camila Garcez / Gabriela Libano
                Tachion Editora e Gráfica                                                      
                camila-jornalismo@hotmail.com
                2009

8.  Navegando com o sucesso
                Vilfredo Schurmann
                GMT Editores Ltda. Rio de janeiro/RJ                                    
                atendimento@esextante.com.br
                2009

9.  ANTOLOGIA POÉTICA
                VI Concurso de Poesias
                  Biblioteca Municipal de Ilhabela                                             
                Org. Rosa Maria Alves de Oliveira
                 ilhabela.cultura@iconet.com.br
                 2009

       10. O SUMIÇO DO MUNDO
                 Carlos H. Knapp
                 Beca/BALL Edições Ltda.- São Paulo/SP                        
                 www.editorabeca.com.br
                 2010
   
 11.  Naufrágios do Brasil – Uma cultura submersa
                  José Carlos Silvares /fotos: Fernando Clark                            
    Editora Cultura Sub – São Paulo/SP
                  www.culturasub.com
                  2010

           12. ANTOLOGIA POÉTICA
                 VII Concurso de Poesias
                 Biblioteca Municipal de Ilhabela
                 Org. Rosa Maria Alves de Oliveira                                    
                 ilhabela.cultura@iconet.com.br
                 2010

           13. Tesouro do Sombrio
                 Riquezas/Mistérios/Encantos de Ilhabela
                 Jeannis Michail Platon                                                     
                 Clube dos Autores – São Paulo /SP
                 jeannis@terra.com.br
                 2011

          14.  Memórias de uma ilha
                 Caio Camargo
                 Editora Intermeios – São Paulo/SP                                   
                www.intermeiosculturais.com.br   
                2011